Notícias

PREFEITURA DE PACARAIMA DESENVOLVE O PROJETO DE INSTALAÇÃO DO FILTRO SALTA-Z EM COMUNIDADES DE ÁREAS RURAIS
16 DE SETEMBRO DE 2019

Departamento de Tecnologia da Informação — Foto:

Departamento de Tecnologia da Informação — Foto:

A Prefeitura Municipal de Pacaraima por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto e da Secretaria Municipal de Saúde realizará um ciclo de palestras nas comunidades indígenas a partir do próximo dia 23 de setembro de 2019 (segunda-feira).

As atividades do projeto Salta-Z tem parceria entre a Fundação Nacional de Saúde – Funasa, Prefeitura Municipal de Pacaraima – PMP e a Secretaria Especial de Saúde Indígena – Sesai.

O objeto do projeto é a avaliação, análise para a instalação do filtro Salta-Z, em escolas municipais indígenas do município de Pacaraima (RR), localizado no Norte do Estado de Roraima.

As ações de atuação do referido projeto são feitas diretamente com a Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto. A Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário atua como articuladora. A Secretaria de Meio Ambiente e Turismo é parceira, atuando na capacitação dos temas de preservação de fonte de água, destino dos lixos e água potável e a Secretaria de Assuntos Indígenas auxilia também na articulação e na montagem dos kits.

A justificativa para a realização do projeto é que a água é muito importante para os seres vivos e, para que se possa utilizá-la, é necessário que esteja limpa, ou seja, tratada. A água destinada ao consumo humano deve preencher condições mínimas para que possa ser utilizada.  As principais doenças veiculadas pela água são causadas por: Vírus (ex: poliomielite, hepatite infecciosa). Bactérias (ex. febre tifoide, disenteria, bacilar leptospirose, cólera, gastroenterites), Protozoários (ex. disenteria, amebiana, giardíase) e por Helmintos ou Vermes (esquistossomose, ancilostomose e ascaridíase).

      Tratamento de água é um conjunto de procedimentos físicos e químicos que são aplicados na água para que esta fique em condições adequadas para o consumo, ou seja, para que a água se torne potável. O processo de tratamento de água a livra de qualquer tipo de contaminação, evitando a transmissão de doenças. Logo água é uma matéria-prima finita e não renovável, que necessita de conservação para assegurar sua qualidade. É uma obrigação fazer um uso racional desse insumo.

A Constituição Federal no seu Art. 196 profere que “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”. Já a Lei 11.445/2007, estabelece que os serviços de saneamento básico serão prestados com base nos princípios da universalidade e da integralidade e considera que “o abastecimento de água potável e constituído pelas atividades, infraestrutura e instalações necessárias ao abastecimento público de água potável”.

Segundo a Portaria nº 190, Funasa, Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, é o conjunto de ações adotadas regularmente pela autoridade de saúde pública para verificar o atendimento à Portaria/MS nº 2.914/2011 e avaliar se a água consumida pela população apresenta risco à saúde humana.

Em associação às diversas situações em que o usuário pode estar sujeito à água com qualidade imprópria, como ausência de sistema público de distribuição na zona rural, é evidente que muitos fatores influenciam na ausência de água tratada dessas comunidades, tais como: inexistência ou precariedade do sistema de água, desconhecimento das tecnologias existentes, deficiência ou falta de pessoal qualificado, alocação de recursos para aquisição de materiais e insumos, entre outros aspectos.

O projeto Salta-Z tem como principal objetivo levar para pequenas comunidades uma forma de tratamento de água simplificado e de baixo custo, pois estrutura microssistemas alternativos de tratamento e abastecimento de água potável às escolas e pequenas comunidades da zona rural, proporcionando melhores condições de saúde das populações.

ONDE OS FILTROS SALTA-Z FORAM INSTALADOS: Comunidades indígenas do Kauwe e Nova Esperança.

QUAIS SÃO AS PRÓXIMAS A SEREM INSTALADAS: Comunidades indígenas do Samã II, Ingarumã, Sorocaima I e Guariba.

No dia 19/09 (quinta-feira), acontecerá na Comunidade Indígena da Nova Esperança, uma capacitação geral para formação de mediadores sobre o uso adequado dos filtros Salta-Z. E no dia 20 de setembro (sexta-feira), a mesma capacitação será realizada na Comunidade Indígena do Taxi.

Depois da capacitação dos mediadores haverá um cronograma de palestras nos Polos I e II, do Município de Pacaraima, referente ao Salta-Z para conhecimento da população. Segue o cronograma:

PÓLO I  PÓLO II

KAUWE – 23/09/19 – MANHà  SURUMÚ – 25/09/19 – MANHÃ

NOVA ESPERANÇA – 23/09/19 – MANHà            CANTA GALO – 25/09/19 - MANHÃ

INGARUMà – 23/09/19 – MANHà          TAXI I e II – 25/09/19 – TARDE

ARAI – 23/09/19 – TARDE            PERDIZ – 26/09/19 - MANHÃ

SAMÃ II – 23/09/19 – TARDE     

SOROCAIMA I e II -24/09/19 – MANHà

GUARIBA – 24/09/19 – MANHÃ

BANANAL – 24/09/19 – MANHà            

SANTA ROSA – 24/09/19 – TARDE           

 

Márcio Coêlho